Biscoito Globo

Foto: Fatima Emerson

Segunda-feira, centro do Rio de Janeiro, quatro horas da tarde. A senhorinha vinha pela Nilo Peçanha vendendo o biscoito de polvilho Globo quando, de repente, foi cercado pelo pessoal da ordem urbana da prefeitura carioca. Logo juntou gente, é claro, afinal a idosa chorava desoladamente enquanto a guarda municipal anunciava que ia apreender sua mercadoria. Reclama daqui, pede dali, ameaça com prisão acolá e, também de repente, nossa amiga atravessa decidida a multidão, passa pela muralha de agentes municipais, abraça a velhinha e pergunta:

– Quanto custa o pacote?
– Um real.
– E tem quantos aí na sacola?
– Trinta, moça.
– Levo tudo!

E sem pensar, abriu a bolsa, pagou, passou a mão na sacola e tornou a atravessar a fiscalização e a multidão, caminhando em direção ao seu ônibus. O povo aplaudiu, a senhorinha sorriu, nossa amiga fechou os olhos esperando levar umas borrachadas pelo atrevimento mas os fiscais, se entreolhando, sumiram tão rápido quanto chegaram.

Fim, ué!

Publicado por Carlos Emerson Junior

Escritor e Fotógrafo

Se junte à conversa

4 comentários

  1. muiiiito legal!!!!!! isso faz a gente se sentir bem!!! imagino como a sua amiga deva estar se sentindo…… o sistema imunologico dela deve ter melhorado infinitamente!!! amei…..

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Deixe uma resposta para marcia amaral Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: