Cidades deficientes

5 comentários sobre “Cidades deficientes”

  1. Conheço muito bem essa problemática pois além de ter uma irmã cadeirante, tenho idosos na família que sofrem em andar por calçadas mal conservadas, condução com acesso muito alto dificultando a subida nos ônibus, roleta estreita demais impedindo que minha mãe que é obesa utilize pois além da dificuldade, existe a humilhação perante todos. É lamentável mesmo que hoje, em pleno século 21 nossas cidades ainda se encontrem assim. E a sociedade permanece passiva diante disso tudo. Esquecem que um dia ficarão idosos, esquecem que a qualquer momento um de nós pode ficar numa cadeira de rodas. E então? O que faremos não é mesmo? Essa é uma tecla que devemos bater ininterruptamente. Abraço.

    Curtir

    1. Roseli, obrigado pelo seu comentário, que enriqueceu o texto do blog. Minha esperança é que, com o envelhecimento constante da população brasileira, nós mesmos acabemos influenciando mudanças que facilitem a mobilidade e o bem estar de quem necessita. Concordo com você, temos que bater na tecla sem parar. E sem cansar. Um abração.

      Curtir

  2. Minha nora é cadeirante e posso dizer que não só as cidades são poucos amigáveis com quem precisa de um tipo específico de serviço urbano. Vi que a minha casa, por exemplo, não foi preparada para a questão. Nem o condomínio onde moro. As salas de cinema têm espaços, mas chegar até lá pode ser uma prova e tanto. Enfim, mais um post com a marca do bom senso.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s