Dois mil e quinze

“Se as portas da percepção estivessem limpas, tudo apareceria para o homem tal como é: infinito” (William Blake).

Pois é, mas enquanto não chegamos nesse nível, vamos abrir todas as portas que estiverem à nossa frente, nunca esquecendo de sempre deixá-las abertas para que todos possam usá-las.E assim, sem temer a aparência da próxima porta fechada que estiver logo à frente, deixo os votos de um ótimo, infinito e verdadeiro 2015.

Paz!

8 comentários em “Dois mil e quinze

  1. Assim como a Valéria, também pretendia cumprimentar meus amigos blogueiros mas, infelizmente (ou felizmente), na pousada em que fiquei e passei o final de ano não tinha wi-fi. Passei os dias desconectadas do mundo e isso foi bom demais!!! Que 2015 traga muitas bençãos e conquistas para todos nós. Abraço!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s