O carnaval chegou

Vinicius de Moraes certa vez, com propriedade, afirmou que “o carnaval é a festa onde os tabus perdem força e as permissões tornam-se hiperbólicas”. Como ele entendia mais da festa do que eu, um não-carnavalesco assumido, assino embaixo e saio da frente da turma, que este ano, pelo que vi neste primeiro dia, está muuuito animada. E olha que o calor carioca está de rachar, como se dizia na época das marchinhas.Uma rápida circulada agora mesmo por Copacabana mostrou turistas andando para lá e para cá, o Bloco da Atlântica se concentrando na Constante Ramos, foliões alegres e animados e um número inacreditável de ambulantes vendendo desde uma simples garrafinha de água até a fantasia completa do Chapolin Colorado. Pena que não ouvi um sambinha sequer, só funk, funk e funk.

Em compensação peguei uma praia hoje cedo bem tranquila, com o mar calmo, quente e cheio daquelas algas marrons que insistem em aparecer no verão. Se servir como parâmetro, vai ser o programa de todos esses dias: a manhã na areia e o resto do dia na rua, avenida ou praça, atrás de boas imagens.

E viva o Carnaval!

Foto: Carlos Emerson Junior

4 comentários em “O carnaval chegou

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s