De repente, numa galeria de uma cidade grande qualquer, damos de cara com uma lojinha, uma simples porta, abarrotada de equipamentos eletrônicos que um dia, nem faz tanto tempo assim, nos encantaram pela sua engenhosidade, praticidade e design. Parecia que o futuro deixara os livros de ficção científica e entrara em nossas casas. Que nada, o futuro nunca chega, está sempre em mutação. O que hoje é moderno, high-tech, será a velharia inútil de amanhã.

Quem diria, o futuro acabou em um brechó…

Publicado por Carlos Emerson Junior

Sou carioca, escritor, fotógrafo nas horas vagas, casado. Moro em Nova Friburgo, na Serra Fluminense.

Se junte à conversa

5 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: