A sujeira da Baía

“A cada nova informação sobre providências do governo do estado para limpar a Baía de Guanabara com vistas às regatas olímpicas, cresce o temor de o Rio passar vergonha no ano que vem.

Sabe-se agora que, a pouco mais de 500 dias dos Jogos, será usado um programa de computador holandês a fim de despachar os barcos de limpeza para os locais exatos de concentração de lixo. Como se fosse algo milagroso.

Mais uma medida paliativa, pois a principal causa da poluição – a falta do saneamento básico nos municípios do entorno da Baía – continua intocada.”

oOo

Desta vez bato palmas, assino embaixo e trago para cá o pequeno e contundente editorial “Paliativo”, publicado na edição impressa de hoje, 13/3, do jornalão carioca O Globo.

Aliás, desde 1994, quando o governo japonês, de boa fé, colocou uma fortuna no programa de despoluição, já foram gastos mais de um bilhão de reais para nada.

O jornal tem razão, querem que acreditemos que erradicamos a miséria enquanto não conseguem (ou não querem) resolver os problemas crônicos de saneamento em sete municípios (inclusive a capital) do segundo estado mais rico da federação.

Será que algum dia teremos uma “Operação Lava-Jato” para apurar essa vergonha?

3 comentários em “A sujeira da Baía

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s