A queda

7 comentários sobre “A queda”

  1. Lendo seu texto revivi momentos tensos em meados do mês de maio. Nesse mês fui agraciada com três quedas que me deixaram muito dolorida e com certa insegurança de andar. As calçadas estão péssimas, minha visão pelo jeito também rsrs
    O médico que me examinou disse que estou de parabéns por ter ossos tão resistentes na minha idade. Não fraturei nada. Só o amor próprio pagando esse mico de desabar em plena Avenida Paulista. Aqui ainda estão boas mas as calçadas de outras ruas, lamentáveis. E pelo jeito, isso é geral. Abraço!

    Curtido por 1 pessoa

    1. Roseli, cair em plena Paulista merecia uma ambulância da prefeitura e entrevista na Globo, no mínimo! Brincadeiras à parte, nossas calçadas são péssimas e nem é herança cultural, já que as calçadas de Lisboa são muito boas. Ainda bem que você não se machucou e foi engrossar as estatísticas mas é bom fazer como eu e abrir os olhos. Os buracos estão logo aí, a nossa espreita, para nos jogar no chão. Um abração!

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s