Obsceno poder

Dias difíceis para os brasileiros.

Corrupção, inflação, descrédito, desgoverno, desesperança. O mais preocupante, entretanto, é não ver luz alguma no fim do túnel, assistir um espetáculo de horrores, a prisão em série de políticos, empresários e funcionários públicos com as mãos (bolsos?) cheios de bilhões de reais, dinheiro público, o nosso dinheiro. Ter a desagradável sensação que ainda vem mais sujeira por aí…

Passar por cidades prematuramente fantasmas, onde esqueletos de faraônicos projetos inacabados são as nossas ruínas romanas. Ouvir desculpas esfarrapadas, ideias sem sentido, testemunhar a incompetência arrogante de quem se considera acima do bem e do mal. Dói mais ainda quando percebemos que as novas cortes e seus acólitos terminarão, de uma forma ou de outra, impunes. Na pior das hipóteses, esquecidos.

Obsceno, entre outras coisas, é aquilo (ou aquele) que afeta a moral comum de uma sociedade. E isso só não vê quem não quer. Ou não pode. Ou não consegue. O escritor Carlos Heitor Cony sintetizou muito bem o momento brasileiro, em sua coluna de hoje, na Folha de SP, de onde destaco o seguinte trecho, sobre a imoral negociação envolvendo os ministérios do governo federal:

“Ficou escancarado o recurso obsceno usado pela presidente que enfrenta a possibilidade de um impeachment. Ela teve tempo para testar os ministros que nomeara ao tomar posse numa data anterior.

Para contentar os congressistas que poderiam cassá-la das funções presidenciais, ela organizou um grupo de auxiliares comprometidos com os partidos que a defenderão em plenário. Não foi uma medida tomada por um chefe de Estado e sim de uma oportunista que se agarra ao poder sem nenhum escrúpulo moral.

Pessoalmente, não vejo necessidade de um impeachment. Mas Dona Dilma de tal maneira se avacalhou, que não mais merece a função de presidir um país bichado pela obscenidade de um governo em falência.”

A propósito e talvez não por acaso o novo titular do Ministério da Ciência e Tecnologia, além de não ter nenhuma formação científica, é dono de um restaurante na Baixada Fluminense chamado “Barganha”, ironicamente um local muito apropriado para essa gente comemorar suas obscenidades.

oOo

Leia também “Vazio Poder“.

8 comentários em “Obsceno poder

  1. Carlos está difícil respirar e conviver com toda essa sujeira moral que assola a sociedade num todo. Para onde você olha, dá de cara com algo semelhante e todos achando a coisa mais normal. Serei eu a anormal nessa história toda? Sinto-me acorrentada a essa situação sem ver possibilidade de melhora. Nunca fui pessimista mas diante desse quadro está difícil não ser.

    Curtido por 1 pessoa

    1. O mais espantoso é que estamos falando de bilhões de dólares! Agora, imagina o que acontece se você se enganar e declarar a menos para o IR: é imediatamente chamada para explicar o engano e ainda pagar a diferença com juros e correção. Pois é, e esses ladrões, não falam sequer em devolver o dinheiro roubado! Ô Brasil….

      Curtido por 1 pessoa

  2. Nunca na história desse país…(que país?), vimos eclodir tantos vermes de uma só vez, mas como nos diz a empossada, brasileiros e brasileiras, nós…(nós quem?).
    O jeito é dar uma de brasileiro e cantar nossas tradições:
    “Se gritar pega ladrão, não fica um meu irmão, se gritar pega ladrão…” ou ainda,
    “De que me vale ser filho da santa, melhor seria ser filho da outra, outra realidade menos morta… Afasta de mim esse cálice pai.
    O poder sempre foi e sempre será hipócrita.
    O que faremos então além de apontar e reclamar?
    No meu entender nada, já há uma fila enorme de “voluntários” para trabalharem de graça para corja por mais dinheiro na Suíça.
    Infelizmente basta atirar pães e dar direito ao circo e todo mundo esquece. rssss.
    Eu não!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s