Reboco

Reboco, palavra originada do árabe “rabuq”, é aquela argamassa que usamos para alisar paredes, preparando-a para receber cal ou pintura. Aliás, no caso de paredes com tijolos ou blocos, temos que percorrer quatro etapas: chapisco, emboço, reboco e a massa corrida. Mas isso é assunto para blog de construção civil e está aqui só para ilustrar o caso que aconteceu em um Dia dos Namorados.

O meio da noite se aproximava, a cachorra dormia placidamente enquanto o casal lutava para assistir na televisão um filme romântico ruim de doer, sem despencar no sofá, completamente vencidos pela mediocridade e o sono.

De repente, um barulhão enorme grita no silêncio e no escuro: alguma coisa caiu na na área externa do apartamento. Imediatamente acordaram do torpor televisivo. A vizinhança toda correu para janela.

– Caramba, será que alguém pulou aí fora?

– Como assim, suicídio?

– Sei lá!

– Não parecia gente… quem sabe um gambá que escorregou lá de cima?

– Você consegue ver alguma coisa da janela?

– Não, está muito escuro, esqueci que a luz tinha queimado e, não tem jeito, vou lá ver, olha a comoção que está provocando…

Pegou a lanterna, acendeu e foi checar o que tinha acontecido. Para alívio geral não havia corpo algum, as plantas estavam intactas e nenhum gambá pulou no seu pescoço. O piso, no entanto, estava cheio de pedaços quebrados de reboco.

A vizinha do andar de cima, assustada, mostrava seu prejuízo, a persiana do quarto quebrada. A lanterna, na verdade uma lanterninha de led do tamanho de uma canetinha, mal iluminava a fachada do prédio. De qualquer maneira, ficou claro que não fora um atentado terrorista e sim um reboco mal colocado (é assim mesmo que se fala?).

Foi isso, foi aquilo, cadê o síndico, cadê a polícia, ainda bem que não machucou ninguém, o reboco transformou o fim de noite num convescote. Sem conclusão alguma, trancaram a casa e foram dormir, desta vez na cama mesmo. Ainda teve tempo para encerrar a aventura com a pergunta que não queria calar, desde que o incidente começou:

– Já imaginou se fosse um suicida? Sabe como é, Dia dos Namorados, a pessoa solitária, deprimida, uma ótima data para morrer e a gente ia passar a noite na delegacia prestando depoimentos. A mulher sequer respondeu. A essa altura, dormia o sono dos justos.

2 comentários em “Reboco

  1. Faz uns vinte dias um reboco do teto da empresa onde estava trabalhando caiu. E, o dono da empresa disse:
    – Era mais pras esquerdas, oxente! Se quer que Adão Braga me processe e ganhe indenização, vê se acerte direito.

    E, é isto. Risada mesmo!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s