Os exterminadores

“Eu sou John Connor,
e se você está ouvindo isto,
você faz parte da resistência”.

Os fãs dos filmes da série “O Exterminador do Futuro” conhecem muito bem a frase que abre esse artigo. É quase um bordão para John Connor, o filho de Sarah Connor, o homem que conseguiu unir o que restou da humanidade para combater a Skynet, a rede mundial de computadores e afins que tomou o nosso lugar no planeta.

Foi impossível não lembrar do filme quando li a lista do ministro Fachin, do STF, com os nomes de 8 ministros de estado, 12 governadores, 24 senadores, 37 deputados, 5 ex-presidentes e mais uma penca de gente menos ou nunca votada. Praticamente todos os partidos estão atolados até o pescoço. Os de sempre, como o PMDB, PT, PSDB, PP e PR, na companhia de PSB, PPS, PTB, SD, PCdoB e outros nanicos. Os crimes também são velhos conhecidos: formação de cartel, corrupção ativa, corrupção passiva, fraude em licitações, lavagem de dinheiro, falsidade ideológica eleitoral, evasão de divisas, violação de sigilo funcional e por aí vai.

Os nomes de cada um dos indiciados e suas acusações, podem ser consultados aqui. Mas seus apelidos (sim, todos tinham um nome de guerra) hilários se a situação não fosse tão trágica, bem que mereciam um estudo sociológico. Decadência perde. Vejam alguns: Decrépito, Boca Mole, Passivo, Angorá, Santo, Menino da Floresta, Justiça. Três deles se destacam: Nervosinho (Eduardo Paes), Roxinho (Fernando Collor) e Mineirinho (Aécio Neves).

Pois é, esses “elementos” ou “excelências”, como gostam e exigem ser tratados, desmoralizaram a democracia, assaltaram sem pudor os cofres públicos e destruíram, ou melhor, exterminaram o futuro de milhões de brasileiros. Temos saída? Sinceramente, não sei. Suspirar profundamente, se trancar em casa e jogar a chave fora. Ou talvez nos inspirar com as palavras do John Connor e resistir, mostrar para esses canalhas que o buraco é mais embaixo e eles jamais vencerão.

Não se iludam, amigos, estamos diante da encruzilhada.

Publicado por Carlos Emerson Jr.

Apenas um escritor (e fotógrafo).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: