Se eu morrer antes de você

Se eu morrer antes de você, faça-me um favor:
chore o quanto quiser, mas não brigue comigo.
Se não quiser chorar, não chore.
Se não conseguir chorar, não se preocupe.
Se tiver vontade de rir, ria.

Se os amigos contarem algum fato a meu respeito,
ouça e acrescente a sua versão:
se me elogiarem demais, corrija o exagero,
se me criticarem demais, me defenda.

Se me quiserem fazer um santo, mostre que eu tinha virtudes, mas estava longe de ser o santo que imaginam.
Se lhe disserem que cometi muitos erros, mostre que errei muitas vezes, mas passei a vida inteira tentando acertar.
E se tiver vontade de escrever alguma coisa sobre mim, diga apenas uma frase:
“Foi meu amigo, acreditou em mim e sempre me quis por perto.”

Se derramar uma lágrima, eu não estarei presente para enxugá-la,
mas não faz mal, outros amigos farão isso no meu lugar.
Gostaria de dizer para você que viva como quem sabe que vai morrer um dia,
e que morra como quem soube viver direito.
Amizade só faz sentido se traz o céu para mais perto da gente
e se inaugura aqui mesmo o seu começo.

Mas, se eu morrer antes de você,
creio que não vou estranhar o céu.
Ser seu amigo,
já é um pedaço dele.

oOo

A autoria desses versos é atribuída ao Vinícius de Moraes, Padre Zezinho, Chico Xavier (psicografia) e a Mariano Osório Murilo, jornalista mexicano. No entanto, isso não tem a menor importância e gosto de pensar que todos os quatro, de uma forma ou de outra, passaram a mesma mensagem de amizade e amor.

2 comentários em “Se eu morrer antes de você

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s